>_passwd & arquivo passwd

Comando passwd

Muda a senha do usuário ou grupo. Um usuário somente pode alterar a senha de sua conta, mas o superusuário (root) pode alterar a senha de qualquer conta de usuário, inclusive a data de validade da conta, etc. Os donos de grupos também podem alterar a senha do grupo com este comando. Os dados da conta do usuário como nome, endereço, telefone, também podem ser alterados com este comando. passwd [usuário] [opções] Onde: usuário Nome do usuário que terá sua senha alterada.# passwd [usuário] [parâmetros]

parâmetros
-e: faz com que a senha do usuário expire, forçando-o a fornecer uma nova combinação no próximo login;

-k: permite a alteração da senha somente se esta estiver expirada;

-x dias: faz com que a senha funcione apenas pela quantidade de dias informada. Depois disso, a senha expira e o usuário deve trocá-la;

-n dias: indica a quantidade mínima de dias que o usuário deve aguardar para trocar a senha;

-w dias: define a quantidade mínima de dias em que o usuário receberá o aviso de que sua senha precisa ser alterada;

-i: deixa a conta inativa, caso a senha tenha expirado;

-l: nome de login do usuário;

-u: UID número de identificação do usuário;

-S: exibe o status da conta (note que a letra S deve estar em maiúscula).

-L: bloqueia a contado usuário, colocando um sinal !

-U: desbloqueia conta do usuário, retirando o sinal de !

-p: senha

-g: grupo efetivo

-G: grupo1 e grupo2

Procure sempre combinar letras maiúsculas, minúsculas, e números ao escolher suas senhas. O usuário root pode modificar/apagar a senha de qualquer usuário.

/etc/passwd – arquivo de senhas (man 5)

DESCRIÇÃO
Passwd é um arquivo texto, que contém a lista de contas do sistema, fornecendo para cada conta qualquer informação útil como identificação numérica do usuário, identificação numérica do grupo, diretório do usuário, interpretador de comandos, etc. Freqüentemente ele contém as senhas criptografadas para cada conta. Cada usuário cadastrado no sistema é identificado por uma linha do arquivo /etc/passwd. Os campos são separados pelo “:” (dois pontos).

usuário:x:1000:1000:Usuário-usuário, 8111-1234:/home/usuário:/bin/bash

campo 1: login do usuáriocampo 2: Referência da senha do usuário, pois ela está armazenada em outro arquivo.

campo 3: UID: (user identify) é o número de identificação do usuário. Está identificação é dividida conforme a categoria dos usuários

  • UID 0 (zero) – é o número do usuário administrador root
  • UID de 1 a 999 – são os números para usuários de sistema
  • UID de 1000 a 65535 – são ops números para usuários normais

Essas definições de usuários de sistema e usuários normais podem variar nas distribuições, somente o UID 0(zero) é padrão em todas as distribuições.

campo 4: GID: (group identify) é o número de identificação do grupo primário do usuário. Também está dividida em três categorias

  • GID 0(zero) – é o número do grupo administrador root
  • GID de 1 a 999 – são os números para grupos de sistema
  • GID de 1000 a 65535 – são os números para grupos normais

campo 5: comentários e informações adicionais sobre o usuário

campo 6: diretório pessoal

campo 7: shell


OBS: Para editar diretamente o arquivo /etc/passwd, é recomendado usar o comando vipw, que bloqueia o arquivo /etc/passwd contra possíveis alterações concorrentes, evitando corrupção do arquivo.
>_passwd & arquivo passwd
Tagged on:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: