>_Ntp server

Configurando o servidor NTP

Pequena introduçao

Ao longo do tempo, o relógio de um computador tende a variar. Enquanto o tempo passa, o relógiodo computador se torna menos preciso. O NTP (Network Time Protocol) é uma forma de assegurar que o seu relógio está correto. Muitos serviços Internet dependem, ou muito se beneficiam, da precisão do relógio do computador estar correto. Por exemplo, um servidor Web pode receber solicitações para enviar um arquivo se ele foi modificado desde uma certa hora. Serviços como o cron(8) executam comandos em uma hora específica. Se o relógio está errado, estes comandos podem não ser executados no momento esperado.Escolhendo os Servidores NTP AdequadosPara sincronizar meu relógio, irei precisar encontrar um ou mais servidores NTP para eu poder usar. Existe um lista de servidores NTP publicamente acessíveis os quais podem ser usados para encontrar um servidor NTP próximo a mim. Escolher alguns servidores NTP não conectados é uma boa idéia no caso de algum dos servidores em que eu estiver usando se tornar inalcançável ou o relógio não for confiável. O ntpd usa as respostas recebidas de outros servidores de forma inteligente ele vai favorecer os servidores mais confiáveis em detrimento dos menos confiáveis.

Configurando o servidor de NTP1- instalei o pacote do NTP e a ferramenta ntpdate.
# aptitude install ntpdate ntp
1

2
2 – irei verificar o servidor de NTP, abrindo o arquivo de configuração
# vim /etc/ntp.confPara configurar este arquivo, preciso obter endereços de servidores oficiais de NTP, para isso, eu irei acessar o site http://www.ntp.org, que é a página do projeto NTP. Logo na página inicial haverá um link para a lista de servidores públicos — ” Plublic Time Server List”. Nesta lista, eu irei procurar por um ” pool” de servidores próximo ao meu “país estado e cidade” Lembrando que não utilizarei stratum menores que 3.
Escolhendo o “pool” da América do Sul, chegarei aos servidores no Brasil, sendo eles [012].south-america.pool.ntp.org os endereços que poderei utilizar. É sempre aconselhável utilizar mias de um servidor para que, caso ocorra algum erro em algum deles, para que o sistema continue com a configuração correta.
3
3 – No arquivo de configuração eu irei localizar a linha para configuração do servidor com o qual sincronizarei o meu sistema.
procurei por estas linhas:
server 0.
server 1.
server 2.
server 3.após a alteração, ficará da seguinte forma:

server 0.south-america.pool.ntp.org iburst prefer
server 1.south-america.pool.ntp.org iburst
server 2.south-america.pool.ntp.org iburst

A opção server especifica quais servidores devem ser usados, com um servidor por linha. Se um servidor é especificado com o argumento prefer, como em 0.south-america.pool.ntp.org, este servidor é preferido sobre os demais servidores. Uma resposta de um servidor preferido será descartada se ela diferir muito das respostas dos demais servidores, caso contrário será usada desconsiderando as outras respostas. O argumento prefer normalmente é usado para servidores NTP que são reconhecidamente de alta precisão, como os que possuem hardware especial para monitoramento da hora.
Os parâmetros adicionais iburst fazem com que sejam enviados oito pacotes em vez de apenas um durante a sincronização inicial.
5

4 – irei adicionar a linha especificando quais hosts poderão realizar sincronização com o meu servidor de ntp.
procurei no arquivo pela linha:
restric 127.0.0.1 restric ::1

6

7

A primeira restrição [127.0.0.1] está liberando requisições vindas do localhost e segunda [10.0.0.0] da minha rede.

Alguns arquivos importante
stasdir /var/log/ntpstats/ – diretório onde vão ficar os logs de estatísticas do servidor NTP. [descomentei esta linha]

8

drftfile /var/lib/ntp/ntp.drift – arquivo onde ficará configurado o valor estimado de erro de frequência entre o relógio do sistema e o servidor de sincronia de stratum anterior. [descomentei está linha]

9

Para assegurar que o servidor NTP é iniciado durante a inicialização, eu adicione a linha abaixo no final do arquivo.
xntpd_enable=”YES”.

10

5 – para que eu possa monitorar a conexão com o servidores, é preciso antes determinar os seus endereços IP:
# ping 1.south-america.pool.ntp.org

11

6 – determinado o endereço ip, poderei monitorar a conexão com este servidor.
# ntpq-p 200.11.116.17 – agora irei determinar se a sincronização está funcionando corretamente. Para isso irei alterar a hora do sistema e depois iniciar o serviço de NTP.

# date 0101012009

12

8 – agora irei verificar a hora do sistema novamente.
# date
# /etc/init.d/ntp stop
13
9 – reinicie o serviço NTP, para que ele possa sincronizar e passar a ser um servidor NTP.
# /etc/init.d/ntp start

14
10 – para verificar os logs, eu abrir um outro terminal, e com o comando tail -f ele atualizou em tempo real os logs do meu servidor NTP.

# tail -f /var/log/syslog

15

11 – para ajustar o horário de verão
# aptitude install tz-brasil

16

Ele já pega a TimeZone do Brasil e atualiza automaticamente, de acordo com o horário de verão (caso esteja), na saída do comando ele mostra as listagens dos anos onde ocorreram horário de verão, início e término, e sempre da a hora exata,veja:

17

Verificando se o servidor NTP está sincronizando corretamente
Para verificar se os servidores ao qual estou tentando sincronizar, estão fornecendo respostas, é preciso executar o comando de consulta. O resultado é atualizado constantemente nos dois primeiros dias de sincronização, pois as informações de frequência ainda estão sendo atualizadas no arquivo ntp.drift.Comando de consulta da situação de sincronização:
# ntpq -p

O resultado deve variar, mas pode ser como o abaixo:
18
Para maiores informações e referências aos servidore NTP públicos de stratum, visite:

http://ntp.isc.org/bin/view/servers/webhome

>_Ntp server
Tagged on:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: