>_Kvm 1.2

Conectando o Discos na máquina virtual

Para conectar o disco, execute o comando abaixo:

# virsh attach-disk --type cdrom --mode readonly vm1 /var/lib/libvirt/images/CentOS-6.0-i386-bin-DVD.iso hdc
Exemplo 2
# virsh attach-disk --type cdrom vm1 /dev/sr0 hdc

Para desconectar o disco, execute o comando abaixo:

# virsh attach-disk --type cdrom --mode readonly vm1 "" hdc
Exemplo 2
# virsh attach-disk --type cdrom vm1 "" hdc

Usando LVM como armazenamento para vms Usar volumes lógicos lvm oferece mais flexibilidade que partições pois podem ser redimensionadas facilmente e a vm pode reconhecer o novo tamanho de armazenamento com um simples Reboot e redimensionando a área existente ou criar novas partições/volumes para uso da vm. O processo de criação dos volumes lógicos pode ser feito normalmente com o comando lvcreate não sendo necessária qualquer opção adicional para sua criação. Como já tenho um physical disk configurado, abaixo estão as configurações dele:

# pvdisplay 
  --- Physical volume ---
  PV Name               /dev/sdb1
  VG Name               storage_lvm
  PV Size               931,51 GiB / not usable 3,19 MiB
  Allocatable           yes 
  PE Size               4,00 MiB
  Total PE              238466
  Free PE               238466
  Allocated PE          0
  PV UUID               nylC23-LMDr-JmoC-Bpga-JgbK-8ddd-GI14Vp

  --- Physical volume ---
  PV Name               /dev/sdc1
  VG Name               storage_lvm
  PV Size               298,09 GiB / not usable 2,81 MiB
  Allocatable           yes 
  PE Size               4,00 MiB
  Total PE              76310
  Free PE               76310
  Allocated PE          0
  PV UUID               44lw9t-n1WO-W01T-qjS5-IsnY-E2CZ-Rgsspv

A mesma coisa para o meu Volume Group que também já está criado:

# vgdisplay 
  --- Volume group ---
  VG Name               storage_lvm
  System ID             
  Format                lvm2
  Metadata Areas        2
  Metadata Sequence No  5
  VG Access             read/write
  VG Status             resizable
  MAX LV                0
  Cur LV                0
  Open LV               0
  Max PV                0
  Cur PV                2
  Act PV                2
  VG Size               1,20 TiB
  PE Size               4,00 MiB
  Total PE              314776
  Alloc PE / Size       0 / 0   
  Free  PE / Size       314776 / 1,20 TiB
  VG UUID               xutvqk-3kfA-D5ad-OJ9g-LC2d-5M0U-G1s0ke

Passo 1 – Criando um Volume Lógico de 20Gb

# lvcreate -L20G -n vm1 storage_lvm
  Logical volume "vm1" created

# lvdisplay 
  --- Logical volume ---
  LV Name                /dev/storage_lvm/vm1
  VG Name                storage_lvm
  LV UUID                4kXZ9k-lafl-mdCG-WhKZ-wp4x-Mrtk-wRks7i
  LV Write Access        read/write
  LV Status              available
  # open                 0
  LV Size                20,00 GiB
  Current LE             5120
  Segments               1
  Allocation             inherit
  Read ahead sectors     auto
  - currently set to     256
  Block device           253:0

A partir daqui já é possível usar o dispositivo /dev/storage_lvm/vm1 como armazenamento de uma VM Passo 2 – instalando uma VM no Volume Lógico criado anteriormente

virt-install --name vm1 --disk path=/dev/storage_lvm/vm1,bus=virtio,size=20 --vnc --vncport=5907 --vcpus=2 --ram 1024 --location=/var/lib/libvirt/images/CentOS-6.3-i386-bin-DVD1.iso --network bridge=br0

Acessando o disco de uma máquina virtual para recuperar informações As imagens de disco, sejam em arquivos ou em partições LVVM podem ser acessadas diretamente usando o comando kpartx. Passo 3 – Criando devices para cada partição dentro de um arquivo de imagem de disco:

# kpartx -av /dev/storage_lvm/vm1 
add map storage_lvm-vm1p1 (253:1): 0 36864000 linear /dev/storage_lvm/vm1 2048
add map storage_lvm-vm1p2 (253:2): 0 5058560 linear /dev/storage_lvm/vm1 36866048

Passo 2 – Listando os arquivos dentro di diretório /dev/mapper

# ls -l /dev/mapper/
total 0
crw-rw---- 1 root root 10, 58 Ago 23 16:23 control
lrwxrwxrwx 1 root root      7 Ago 23 19:59 storage_lvm-vm1 -> ../dm-0
lrwxrwxrwx 1 root root      7 Ago 24 13:48 storage_lvm-vm1p1 -> ../dm-1
lrwxrwxrwx 1 root root      7 Ago 24 13:48 storage_lvm-vm1p2 -> ../dm-2

Passo 3 – No caso da vm1, a segunda partição corresponde ao /. Para acessar a partição monte-a com o comando a seguir:

# mount /dev/mapper/storage_lvm-vm1p1 /mnt/
# cd /mnt/
# ls
bin  boot  dev  etc  home  lib  lost+found  media  mnt  opt  proc  root  sbin  selinux  srv  sys  tmp  usr  var

Para desmontar siga os passos abaixo:

# cd /
# umount /mnt/
# kpartx -dv /dev/storage_lvm/vm1 
del devmap : storage_lvm-vm1p2
del devmap : storage_lvm-vm1p1

Acessando o console da máquina virtual Para acessar o console é necessário configurar o kernel da VM para mapear a console pelos terminais tty0 e ttyS0. Passo 6 – Acesse a vm1 e siga os passo abaixo para configurar:

# ssh root@192.168.1.145

# vi /boot/grub/grub.conf

kernel /boot/vmlinuz-2.6.32-279.el6.i686 ro root=UUID=a4471bc7-6295-4a99-8184-ae346fa13515 rd_NO_LUKS  KEYBOARDTYPE=pc KEYTABLE=br-abnt2 rd_NO_MD SYSFONT=latarcyrheb-sun16 crashkernel=auto rd_NO_LVM rd_NO_DM LANG=en_US.UTF-8 rhgb quiet console=tty0 console=ttyS0,115200

Passo 4 – Na servidor de virtualização, utilize o comando abaixo para acessar o console da vm1

[root@virtualizador /]# virsh console vm1
Connected to domain vm1
Escape character is ^] 

CentOS release 6.3 (Final)
Kernel 2.6.32-279.el6.i686 on an i686

vm1 login: root
Password: pass
Last login: Fri Aug 24 17:03:14 on tty1
[root@vm1 ~]#

Para desconectar-se do console, use a combinação de teclas CTRL+] Montando o cdrom na vm1 Acesse o aplicativo Gerenciador de Maquinas Virtuais pelo menu Aplicativos – Sistema Adicionem um novo dispositivo do tipo IDE CDROM e reincie a vm1. Após a carga do sistema operacional, acesse as opções da vm1 e conecte o cdrom Para montar é só seguir os passos abaixo:

[root@vm1 ~]# mount -o loop /dev/cdrom /mnt/
[root@vm1 ~]# cd /mnt/
[root@vm1 mnt]# ls
CentOS_BuildTag  isolinux		   RPM-GPG-KEY-CentOS-Debug-6
EFI		 Packages		   RPM-GPG-KEY-CentOS-Security-6
EULA		 RELEASE-NOTES-en-US.html  RPM-GPG-KEY-CentOS-Testing-6
GPL		 repodata		   TRANS.TBL
images		 RPM-GPG-KEY-CentOS-6

Passo 5 – Criando uma vm Windows 7 com performance de Disco e Rede

Abaixo contém os PrintScren da instalação do Windows7 com os drivers da Virtio para Disco e Interface de Rede.

Em /var/lib/libvirt/images/ contém o driver para a placa de rede e para o hard disk. Este drive pode ser baixado no link abaixo:

http://documentacoes.tutoriaisgnulinux.com/driver_para_kvm_virtio/virtio-win-1.5.3.vfd

 

1

Grave o arquivo no diretório /var/lib/libvirt/images/

2

Chame o virt-manager para criação da nova vm Windows 7

3

Siga os passos para criação da vm

4

5

6

Adicione o Volume lógico para esta vm Windows 7

7

8

Defina o Hard Disk como Virtio

9

A mesma coisa faça para Interface de Rede, defina com Virtio

10

Crie um novo dispositivo com Floppy

11

12

Defina o Virtio-win-1.5.3.vfd

13

14

15

Para adiconar o Driver do Hard Disk, basta ir em carregar Driver e apontar para o Floppy

16

17

18

19

A mesma coisa para Interface de Rede, adicione o driver

20

21

22

Pronto tudo instalado com sucesso

Fonte: Savant Tecnologia

Glória a Deus!

>_Kvm 1.2
Tagged on:
%d blogueiros gostam disto: